segunda-feira, 25 de julho de 2016

Dermaroller - o que é e para que serve

Tenho pesquisado muito e resolvi comprar esse aparelhinho,  chegou hoje e estou muito feliz :)
Compra efetuada no Mercado Livre



A incansável busca pela beleza é uma rotina, principalmente para as mulheres. A cada dia, a indústria cosmética desenvolve novos aparelhos, novos cremes, novos tratamentos…
Um novo procedimento tem conquistado resultados bastante promissores, com a ajuda de um aparelho bem simples. O nome desse aparelho? Dermaroller. Vamos saber o que é este aparelho, quais são seus usos e muito mais.

O que é Dermaroller? 

Dermaroller é um aparelho indicado para tratamentos estéticos dermatológicos. Trata-se de um cilindro incrustado de microagulhas muito finas, cujos tamanhos variam, de acordo com a necessidade.
Esse procedimento, conforme o caso, precisará ser realizado por dermatologistas, porém, para problemas mais comuns, será possível fazer o tratamento em casa, adquirindo-se o aparelho.

Para que serve o Dermaroller?

O principal uso do aparelho é estimular a produção de colágeno, através das microlesões provocadas pelas microagulhas na pele.
Cada “furinho” será preenchido por um novo tecido. Como são milhares deles, toda a área tratada será beneficiada.
Por uma reação de defesa do organismo, as células epiteliais passam a se multiplicar, e consequentemente, renovam os tecidos da região tratada, deixando a pele mais uniforme, rejuvenescida e bonita.

Usos do Dermaroller

  • Clarear manchas;
  • Tratar e amenizar estrias;( Yesss)
  • Atenuar rugas e linhas de expressão; ( Yesss)
  • Tratar e amenizar cicatrizes;
  • Tratar acnes;
  • Regenerar tecidos que sofreram queimaduras;
  • Aumenta a circulação no couro cabeludo, tratando a queda de cabelo;
  • Firmar os tecidos, tratando a flacidez;
  • Estimular a circulação local, ajudando a tratar a celulite;
  • Rejuvenescimento da área tratada.

Vantagens do uso do Dermaroller

  • É um tratamento estético que poderá ser feito em casa;
  • Dói um pouquinho... (  passei Lidocaína, usei a agulha de 1.0 mm e senti um pouquinho de dor sim )
  • Fácil de usar, permitindo que a pessoa realize a auto-aplicação;
  • Facilita a absorção de cremes.

Uso doméstico x Uso profissional

Os aparelhos diferem em design, marca, preço, tamanho das agulhas, etc. Essa é uma questão importante. Nem todos os Dermarollers poderão ser utilizados em casa. Alguns são exclusivamente para uso profissional, em clínicas especializadas.
De acordo com o tamanho das agulhas, o uso do Derma roller se aplica da seguinte forma:
  • 0.5 mm: Para cicatrizes leves, provenientes de acnes, varicela e rugas superficiais. É o ideal para ser utilizado em casa;
  • 1.0 mm: Essa opção é ideal para estrias pequenas e superficiais ( foi esse que comprei ), cicatrizes mais profundas de acnes e de varicela, também para celulite mais leve e pouco aparente, problemas de queda de cabelo;
  • 1.5 mm: Esse tipo de aparelho deverá ser manipulado somente por profissionais especializados. É ideal para o tratamento de estrias grandes e profundas e celulites em graus mais avançados, como também cicatrizes grandes e de aparência feia.
Caso a intenção seja o uso doméstico, comece com o Dermaroller de 0.5 mm. Faça um teste em pequenas áreas do corpo para avaliar as respostas da pele. Quando sentir segurança, aplique em áreas maiores.


Não há segredos para usar o derma roller.

Como usar o Dermaroller em casa? 

  • Primeiramente, limpe a pele com seu tônico de limpeza habitual;
  • Os movimentos serão realizados na vertical e horizontal e nas diagonais. 
  • Aplique pouca pressão para não ferir a pele demasiadamente. Vá aumentando essa pressão esporadicamente, ao longo do tempo;
  • As iniciantes não deverão ultrapassar uma sessão semanal, dando alguns dias de descanso para a pele, entre uma sessão e outra. Caso note que a pele ficou com muita vermelhidão (hiperemia), prolongue ainda mais a data da próxima aplicação;
  • Ao terminar, não se esqueça de higienizar seu aparelho com álcool;
  • O uso de filtro solar é recomendado nos dias subsequentes ao tratamento, tanto doméstico, quanto profissional;
  • Dê um tempo para sua pele responder ao tratamento. Fotografe-se e após alguns meses, compare o antes e o depois. Provavelmente, será possível notar as diferenças.

Como escolher um Dermaroller?

Há várias marcas de Derma roller, porém, são muito semelhantes. Talvez a última coisa a ser levada em consideração para a compra seja o preço.
Procure se informar sobre a origem do aparelho. O ideal é que sejam certificados, tragam manual de uso, tenham as agulhas esterilizadas por raios gama, etc.
Muito cuidado com produtos adquiridos pela internet, sem certificação. Muitos deles são praticamente descartáveis.

Sobre a qualidade das agulhas 

O design do aparelho Dermaroller é o que menos importa. Deve-se estar atento à qualidade das agulhas, visto que serão elas que entrarão em contato direto com a pele.
Certifique-se que as agulhas sejam de aço cirúrgico, para que não haja o risco de se dobrarem durante o processo, ou perderem as pontas, o que poderá causar danos sérios à pele.
Outra coisa: elas deverão ser obrigatoriamente esterilizadas por raios gama, dessa forma, estarão livres de vírus, bactérias e outros microorganismos prejudiciais.

Onde comprar?

Baseados nas informações passadas nos dois itens anteriores, será possível pesquisar produtos idôneos, em lojas igualmente idôneas, tanto físicas quanto virtuais.
Atente para compras em lojas virtuais ( comprei no Mercado livre e chegou rapidinho ). Procure referências de outros compradores, analise a variedade disponível e condições de compra. Desconfie se a loja só oferecer a opção de depósito ou boleto bancário.
Agora que os detalhes mais importantes já foram mencionados, pesquise onde comprar o seu Dermaroller com segurança.

Como é uma sessão com um dermatologista? 

Num consultório, os procedimentos serão diferenciados. Por utilizar o aparelho com agulhas mais pontiagudas, haverá a necessidade da utilização de um anestésico local. Após a aplicação do anestésico, o paciente terá que aguardar entre 50 a 60 minutos, para só então ter início o procedimento.
O rolamento com o Dermaroller poderá durar de 15 a 20 minutos. Ao final, costuma-se utilizar a aplicação de uma máscara de vitamina C por mais cerca de 10 minutos.
Quanto ao número de sessões necessárias, vai depender do tipo do problema tratado, mas serão necessárias no mínimo seis sessões para aparecerem os primeiros resultados. Em média, uma sessão com um profissional poderá levar uma hora e meia, e seu preço poderá chegar a R$ 250,00.
Por razões óbvias, os aparelhos utilizados em clínicas deverão ser do tipo descartável. Informe-se antes de escolher esse tipo de estabelecimento.

Antes e Depois ( imagens retiradas da WEB )


Contraindicações

É preciso estar atento a possíveis reações da pele após o tratamento:
  • Inflamações;
  • Infecções;
  • Reações alérgicas, mais comum com o uso de aparelhos de origem duvidosa;
  • Formação de quelóide em pessoas propensas.
Em qualquer uma dessas situações, ou outras não mencionadas, interrompa o tratamento imediatamente e procure seu médico.

Dicas

  • A pele do antebraço, na sua parte interna, se assemelha bastante à pele do rosto. Para iniciar o uso do Dermaroller, essa é uma área bastante apropriada. Possivelmente, os resultados obtidos nessa área após o teste se repetirão caso se aplique o Derma roller no rosto;
  • Algumas pessoas passam um anestesiante antes de iniciar os movimentos com o Dermaroller, porém, isso poderá mascarar a dor, fazendo com que a pessoa exerça uma pressão maior do que deveria no local a ser tratado. Ao usar o aparelho em casa, procure evitar esse tipo de produto, para não lesionar a pele, sem perceber. Em casos mais sérios, deixe que um dermatologista realize esse procedimento;
  • Aos que pretendem utilizar o Dermaroller no couro cabeludo, é importante salientar que os movimentos deverão ser num único sentido, com o cabelo lavado e seco;
  • Convém não utilizar maquiagem nas 24 horas subsequentes ao tratamento;
  • A pele precisa de um tempo para formar um tecido novo, por esse motivo, não adianta repetir o tratamento em curto espaço de tempo;
  • O aparelho não tem prazo determinado de duração. Aconselha-se que sejam trocados duas vezes ao ano.

Considerações finais

O fato desse tipo de tratamento poder ser executado em casa não quer dizer que deva ser feito indiscriminadamente, sem prévia orientação, como se não houvesse riscos.
Tudo envolve riscos. Não se esqueça de se informar com um dermatologista. Somente ele poderá lhe passar as orientações corretas, tipo de aparelho, frequência de uso, cremes pré e pós tratamento. Agindo com cautela, as chances de êxito serão maiores.

Passei hoje a minha primeira sessão e ainda não é possível ver resultados; postarei fotos do meu antes e depois quando terminar :)

Atualizando -  sábado 06/08  foi minha segunda sessão e já notei diferenças...  estou tirando fotos e no final do tratamento postarei aqui.  :)